Tecnologia da Informação: o que é e por que se especializar?

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente dar o play abaixo ou fazer o download para ouvir offline:

Tecnologia da Informação, ou TI, é um conjunto de atividades e soluções processado por recursos computacionais. Ou seja, é a área que responde por produzir, armazenar, transmitir e dar acesso, segurança e uso às informações.

A TI trata da informação e da organização e classificação da informação para auxiliar na tomada de decisão nas organizações.

Conhecer as principais características de um empreendedor é imprescindível para se dar bem no empreendedorismo.

A partir dos conhecimentos em Tecnologia da Informação, profissionais do setor conseguem tornar os processos mais rápidos e seguros.

Isso só é possível graças ao uso de computadores e softwares, entre outros recursos tecnológicos. Porém, a chave do sucesso está nas mãos de quem comanda a tecnologia: o profissional.

Saber o que significa e como está este mercado é fundamental para compreender a importância de se especializar neste setor.

Por isso, vamos abordar as áreas dentro da Tecnologia da Informação que estão em crescimento, bem como as tendências no mercado brasileiro. Assim, podemos ajudar você a mapear quais áreas vale a pena se aventurar.

Perspectivas do mercado de Tecnologia da Informação

A área da Tecnologia da Informação está cada vez mais requisitada devido aos avanços constantes da Era Digital. Consequentemente, profissionais com conhecimentos específicos e habilidades atualizadas passam a ser mais procurados pelas organizações.

Sem dúvida, o surgimento de tecnologias se reflete na criação de novas funções que atendam às demandas, como cientista de dados. Estes profissionais se tornam essenciais dentro das empresas, que, por sua vez, querem aproveitar as novidades em seus negócios.

A atuação destes profissionais acaba sendo bem ampla. Podem atuar trabalhar tanto com inovação, desenvolvendo aplicativos e dispositivos, como no suporte ao uso dessas ferramentas.

Somente no Brasil, os investimentos no setor cresceram 9,8% em 2018, conforme estudo realizado pela ABES em parceria com o IDC.

Então não é a toa que o Brasil está em 9º lugar no ranking mundial. O País chegou a investir US$47 bilhões em 2018, sendo o número 9,8% superior ao investido em 2017.

Já em relação à América Latina, o Brasil é líder em investimentos em softwares, hardware e serviços.

O estudo também apontou as tendências para o mercado brasileiro de Tecnologia da Informação. Você pode conferir abaixo a lista completa:

Tendências em TI no Brasil

1. Segurança da Informação receberá, em 2019, mais de US$ 670 milhões em investimento. Isso representa maior preocupação com a proteção de dados por meio de soluções inteligentes.

2. A aplicação da Inteligência Artificial deve dobrar nos próximos quatro anos. Essa projeção se dá a partir da constatação de que 15,3% das empresas já incorporou iniciativas de IA.

3. O mercado de análise de dados avançará em 2019, podendo chegar US$ 4,2 bilhões. Esse dado alerta para importância da gestão e automação das informações.

4. Nuvem para armazenamento de dados é um recurso com espaço para avançar no mercado brasileiro. Os investimentos devem aumentar 35,5% devido ao aumento da demanda.

5. A Internet das Coisas cresce a passos lentos no Brasil. Com a criação de um Plano Nacional de IoT, esse mercado deve crescer 20% até 2020.

6. DevOps, termo que une as palavras desenvolvimento e operações, é uma metodologia para criação de softwares. Os investimentos irão acelerar o desenvolvimento de aplicações alavancadas por demandas de nuvem.

7. Em constante crescimento, o mercado de dispositivos, como smartphones, concentrará 38% de todo o investimento destinado à TI. Isso impulsionará outro mercado, o de desenvolvimento de aplicativos.

8. Provedores regionais seguirão com forte participação no mercado da banda larga, podendo ultrapassar 25% das conexões no País.

9. O uso do SD-WAN, software que gerencia uma rede de longa distância, é raro no Brasil. Isso mudará nos próximos anos para que projetos mais ousados, envolvendo tecnologia, possam ser executados pelas organizações.

10. Serviços gerenciados são uma evolução dos Software as a service (SaaS), transformando-se em um modelo de TI mais flexível. Aqui, a nuvem tem papel fundamental.

Porque se especializar em Tecnologia da Informação

Com isto, não podemos negar: a área de Tecnologia da Informação está se destacando no mercado de trabalho.

As empresas estão sedentas por quem entenda do assunto. Ao mesmo tempo, o mercado exige que os profissionais estejam preparados para enfrentar os novos desafios.

Não basta ter um diploma, é preciso se especializar. Entre as vantagens de fazer uma especialização, está a atualização dos conhecimentos, bem como das tendências do setor.

Adquirir competências, ficar por dentro dos avanços tecnológicos e ampliar a rede de relacionamentos também são pontos a serem considerados.

As especializações permitem que os profissionais tenham domínio de determinado assunto, dando mais segurança às empresas. Afinal, tudo envolve investimento.

Além disso, elas valorizam mais aqueles que estão sempre em busca de novidades e apresentam resultados positivos.

Geralmente, são pessoas mais bem remuneradas justamente por agregarem valor à empresa, implantando soluções e administrando melhor os recursos.

Para atuar dessa forma, os profissionais devem estar atentos às áreas que mais carecem de especialistas.

Conhecimentos mais requisitados

Big Data e Data Science

Os dois termos se referem a dados, mas a diferença está na aplicação de cada um.Big Data é o estudo de grandes volumes de dados gerados em alta velocidade.

O profissional que trabalha com isso faz o processamento e a análise de dados brutos. Com isso, ele deve auxiliar as empresas na tomada de decisões mais assertivas para o negócio.

Data Science significa, em português, Ciência dos Dados. Portanto, cientista de dados combina estatística, matemática, programação e resolução de problemas para capturar dados e encontrar padrões.

Ele realiza atividades de limpeza, prepara e organiza os dados para obter insights por meio de informações.

Internet das Coisas

A Internet das Coisas é um recurso constituído por diversas tecnologias que permite que objetos sejam conectados à internet, como carros e eletrodomésticos.

Então essa conexão permite, entre outras vantagens às empresas, que sejam obtidas informações do comportamento das pessoas.

A partir disso, a ideia é utilizar essas informações para aperfeiçoar a qualidade e a prestação de serviços já usados.

Inteligência Artificial

Inteligência Artificial consiste na reprodução da inteligência humana por meio de máquinas e sistemas de computação.

Sendo isso possível graças à aprendizagem de informação e regras para usá-las, ao raciocínio lógico e à autocorreção.

Por exemplo, o uso de chatbots. Eles são programas para simular o raciocínio de um profissional em determinada situação, sendo frequentemente utilizados para relacionamento com cliente.

Blockchain

Blockchain é um banco de dados online e descentralizado, desenvolvido para tornar a distribuição de informação em algo mais seguro.

Por essa razão, esta tecnologia é a base que sustenta as operações com criptomoedas, tornando os processos mais confiáveis às empresas. Sobretudo, o blockchain é usado para autenticações de páginas na internet e, em geral, para proteção de dados.

Cursos de pós-graduação na área de Tecnologia

Saber quais são os conhecimentos que estão em alta garante uma vantagem competitiva aos profissionais. Assim fica mais fácil escolher um curso de pós-graduação que ofereça os conhecimentos que cada um procura adquirir.

Também existem outros aspectos para levar em consideração na hora de escolher uma pós-graduação, como o conteúdo programático do curso. Ou ainda, se o corpo docente é comporto por profissionais referência no assunto.

Aliás, o PUCRS Online reúne conteúdos que acompanham as demandas do mercado com professores reconhecidos em suas áreas de atuação. Sendo uma parceria da PUCRS com o UOL edtech, o projeto tem em seu portfólio duas formações sólidas na área de Tecnologia:

Ambas as pós-graduações trabalham conceitos de Inteligência Artificial, Internet das Coisas, Data Science e Big Data, entre outros. Os cursos podem ser cursados à distância e os alunos têm acesso à plataforma virtual, que oferta materiais complementares, bibliografias e fóruns de discussão.

Conclusão

Se você concluiu a leitura deste artigo, com certeza está atualizado em relação ao mercado da Tecnologia da Informação e mais preparado para encarar os desafios da profissão.

A partir dos dados apresentados sobre investimentos no setor, podemos constatar que é preciso acompanhar os avanços tecnológicos.

Ou seja, para isso acontecer, é preciso estar ligado nas tendências, pois são elas que ditam os caminhos que as empresas devem percorrer para seguir crescendo.

Também aprendemos que os profissionais interessados em conquistar ainda mais espaço no mercado de trabalho terão de se manter em constante aprendizado.

A aprendizagem contínua é uma das habilidades que ajudam na seleção de profissionais. Leia mais em nosso blog:

Aqui, o mais importante é buscar conhecimentos além do diploma de graduação para ser um profissional que soma, cada vez mais, aos negócios.

No PUCRS Online você aprende a tirar das tecnologias o melhor que podem oferecer, garantindo o sucesso em sua carreira.

Comentários 0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *