Metaverso: a tecnologia online e offline

Metaverso, tecnologia online e offline, omnichannel

Um novo conceito ainda em ascensão promete ser a grande tendência tecnológica para os próximos anos: o metaverso.

A descoberta recria experiências físicas no ambiente digital. Isto é, forma relacionamentos, ao mesmo tempo, online e offline.

O recurso teve origem como uma estratégia omnichannel, interligando diferentes ferramentas para estreitar a relação físico-digital. O objetivo dessa inovação é aprimorar cada vez mais a experiência do usuário.

Em outras palavras, o metaverso define-se como um ecossistema para pessoas que estão separadas geograficamente.

Mas como surgiu essa tecnologia?

O metaverso ganhou destaque graças a uma iniciativa promissora da empresa estadunidense, Linden Lab, ao criar o Second Life.

O jogo de videogame, criado em 1999 e lançado em 2003, simulava a vida real e social do ser humano através da interação de avatares, em um ambiente virtual e tridimensional.

No Brasil, o auge dessa plataforma foi em 2006, mas sem conseguir se consolidar no mercado. O período foi marcado pela má qualidade de conexões de internet, bem como, pela falta de recursos suficientes para explorar todas as potencialidades do sistema. Esses fatos dificultaram a popularidade.

Hoje, o cenário se mostra outro, especialmente por que a computação especial vem sido desenvolvida fortemente e impulsionada pela pandemia da Covid-19. Essa nova realidade fez com que as empresas olhassem para o metaverso com atenção.

Além disso, conheça também os benefícios do QR Code, uma outra tecnologia que ganhou destaque na pandemia.

E os benefícios do metaverso, quais são?

Uma das principais vantagens é justamente a oportunidade da criação de experiências mais naturais. Isto é, a conexão entre pessoas que não estão fisicamente conectadas.

A ideia do metaverso é que as pessoas consigam fazer na plataforma virtual qualquer coisa que elas fazem no mundo real. Ou seja, assistir filmes, desfiles, reunir-se em escritórios, comprar roupas ou até mesmo interagir com amigos e família. Tudo isso de forma espontânea, ilimitada e completamente interativa.

Assim sendo, no pós-pandemia, a tendência é que empresas apostem cada vez mais em metaversos corportativos. Principalmente para remontar digitalmente parte da experiência física, comprometida pela pandemia e o sistema híbrido. A ideia é tornar a transição de um ambiente para outro cada vez mais suave.

Ainda, o metaverso deve viabilizar novas experiências criativas e oportunizar marcas à contarem histórias de maneira interativa e emotiva. A aposta é que a tecnologia crie novas práticas, rotinas sociológicas e mentalidades sobre como é estar com as pessoas.

São diversos os benefícios apresentados pela tecnologia, contudo, a principal dificuldade do país para atingir um público maior, ainda é o preço alto dos dispositivos de realidade virtual.

De qualquer forma, não precisamos de uma solução que resolva todas as necessidades e todas as interações possíveis. Precisamos de novas soluções e você pode ser parte dessa nova geração de líderes.

Conheça o MBA em Tecnologia para Negócios: AI, Data Science e Big Data do PUCRS Online e descubra como utilizar de forma prática as principais tendências em tecnologia para administrar, liderar equipes e construir negócios tecnologicamente competitivos.

A tecnologia é a chave para o sucesso dos negócios de hoje e do futuro. Escolha um caminho completo, original e de excelência.

Seja PUCRS Online. Matricule-se agora.

Comentários 0