Idalberto Chiavenato: cliente não deve ser único foco das organizações

Cliente é o único aspecto que merece a atenção das empresas? O maior autor do Brasil em Administração e Recursos Humanos, Idalberto Chiavenato, garante que não.

Segundo ele, as organizações trabalham para pessoas e nas áreas, devendo ampliar seu olhar e preocupação para outros públicos.

Além de estar atenta a todos os membros de uma organização, como presidente, diretores, gerentes, supervisores e colaboradores, são considerados públicos estratégicos:

  • Proprietários, acionistas e investidores
  • Conselho administrativo
  • Fornecedores
  • Clientes
  • Sociedade, agências reguladoras e opinião pública

Mas o que a gestão humana tem de responsabilidade neste processo?

Assista ao trecho de aula de Idalberto Chiavenato sobre Gestão de Pessoas:

Saiba mais sobre Idalberto Chiavenato

É reconhecido e prestigiado pela excelência de seus trabalhos em Administração e em Recursos Humanos, não só pela sua produção e contribuição literária.

Principalmente, pela influência na definição e aplicação de modernos e inovadores conceitos administrativos aplicados às organizações bem-sucedidas.

Atualmente, é conselheiro no Conselho Regional de Administração do Estado de São Paulo (CRA-SP) e presidente do Instituto Chiavenato de Educação.

Também atua como professor de disciplinas dos cursos de pós-graduação em Gestão de Pessoas: Carreiras, Liderança e Coaching e MBA em Administração, Finanças e Geração de Valor.

Conheça mais a respeito de cada uma dessas especializações, matricule-se e aprenda com grandes autoridades do mundo dos negócios. Potencialize suas habilidades, desenvolva técnicas e atraia mais clientes.

Entre para o PUCRS Online.

Comentários 0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *