Educação Inclusiva: ensino ao alcance de todos

educacao-inclusiva-ensino-ao-alcance-de-todos

Conforme uma pesquisa feita pelo Instituto Alana com o Datafolha, 86% dos brasileiros consideram que instituições de ensino se tornam melhores com a educação inclusiva. 

Sabemos que o acesso à educação é um direito de todos. Mas você sabe como funciona esse modelo na prática e porque ele é tão importante? 

Se você tem interesse em saber mais sobre esse assunto, tão importante para proporcionar uma sociedade mais inclusiva para todos, então siga esta leitura. 

O que é Educação Inclusiva?

Educação Inclusiva consiste em uma modalidade de ensino que visa promover o acesso à educação para todos por meio da inclusão e respeito às diferenças.

O grande princípio desta metodologia é proporcionar a igualdade de oportunidades e o reconhecimento das diferenças humanas em todas suas formas: diversidades, étnicas, culturais, intelectuais, físicas, sociais, sensoriais e de gênero.

Assim, o modelo não somente transforma a cultura do ensino, mas também reproduz adequações interpostas pelas políticas públicas, gestão escolar, comunidade e professores e demais profissionais da área da educação.

Quais os princípios da Educação Inclusiva?

A educação inclusiva é composta por 5 princípios universais que servem como referência para educadores que desejam se aprofundar no tema e se manterem firmes em seu propósito. Confira quais são eles: 

  1. Toda pessoa tem o direito de acesso à educação
  2. Toda pessoa aprende
  3. O processo de aprendizagem de cada pessoa é singular
  4. O convívio no ambiente escolar comum beneficia todos
  5. A educação inclusiva diz respeito a todos

Por que ela é tão importante?

Como falamos anteriormente, a educação inclusiva tem como objetivo principal estabelecer igualdade de possibilidades e oportunidades, visando tornar o acesso ao ambiente educacional um direito de todos os estudantes.

Sendo assim, esse modelo de ensino é importante justamente para que os alunos se tornem mais protagonistas e independentes. E para que eles consigam desenvolver melhor suas habilidades sociais e se tornem pessoas ativas na sociedade.

Compreender bem esse modelo de ensino é essencial, principalmente por que quando falamos em educação inclusiva, o que vem à mente são técnicas para aprendizagem de indivíduos com necessidades especiais. Ainda que esses dois modelos se conversem, existem diferenças que precisam ser esclarecidas. 

Qual a diferença entre educação inclusiva e educação especial?

A educação especial é uma metodologia de ensino voltada para o desenvolvimento de pessoas com algum tipo de dificuldades de aprendizagem ou deficiência. 

Já a educação inclusiva trata-se de um modelo educativo e social ao mesmo tempo. Ou seja, é uma metodologia muito mais abrangente. Ela objetiva promover a aprendizagem, mas também possibilitar a convivência com pessoas de todos os tipos. Priorizando a formação sem barreiras ou preconceitos.

Quais são as práticas inclusivas que podem ser adotadas? 

Antes de adotar qualquer prática inclusiva, é imprescindível ter um projeto pedagógico que favoreça a diversidade. E que integre todos os alunos no mesmo ambiente de aprendizagem.

Assim, é preciso pensar nesse processo de maneira abrangente, prevendo dificuldades e investindo em estrutura e capacitação de profissionais para atuar da melhor maneira possível.  

Veja algumas práticas inclusivas que podem ser adotadas:

  • Criar ambientes acessíveis;
  • Disponibilizar recursos e tecnologias especializadas;
  • Proporcionar salas multifuncionais ou de apoio;
  • Elaborar aulas ativas que permitam a colaboração e cooperação dos estudantes;
  • Ter flexibilidade e adaptação curricular para um melhor aprendizado;
  • Aplicar avaliações que considerem o processo e as habilidades desenvolvidas.

Aliás, aproveite e veja também como as inovações tem transformado as modalidades de ensino existentes.

Ficou interessado em se aprofundar ainda mais no assunto? Então, conheça a pós-graduação A Moderna Educação: Metodologias, Tendências e Foco no Aluno do PUCRS Online. 

Aprofunde-se nos fundamentos teóricos e práticos em que se assentam as ações efetivas de educação inclusiva com Meiriene Cavalcante, mestre em Educação, pesquisadora e coordenadora regional do Fórum Nacional de Educação Inclusiva.

Matricule-se ainda em maio e garanta condições especiais de até 20% de desconto. Não desperdice essa oportunidade.

Descubra o PUCRS Online, nenhuma outra universidade oferece tantos diferenciais.

Comentários 0