NFT: Entenda o que é essa tecnologia milionária

nft-entenda-o-que-e-essa-tecnologia-milionaria

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente dar o play abaixo ou fazer o download para ouvir offline:

Uma nova forma de comércio tem chamado atenção com vendas milionárias: NFT.

A tecnologia é uma espécie de certificação digital, estabelecida via blockchain, o que define originalidade e exclusividade à bens digitais.

A sigla significa “Non-fungible Token” que, em tradução livre, é o mesmo que “Token não-fungível”.

Mas toda a atenção e barulho em torno dessa novidade só surgiu após somas milionárias terem sido usadas para comprar esse tipo de ativo na Internet.

Como, por exemplo, a proposta de US$ 1 milhão para compra de um tuíte do bilionário Elon Musk, dono da Tesla.

Mas, afinal, do que se trata a tecnologia NFT?

De forma simplificada, os NFTs são tokens gerados a partir de uma blockchain. Essa tecnologia serve para dar a um item específico uma espécie de identidade única, como um selo oficial de item raro.

Ou seja, em outras palavras, é o registro de propriedade de um objeto digital em um blockchain. 

Dessa forma, um NFT atrelado a um item digital qualquer, como uma imagem, foto, vídeo, música, mensagem, postagem em rede social, por exemplo, faz desse item um item único.

Além disso, dá para entender melhor o conceito analisando a palavra fungibilidade. Ela é atribuída a tudo que tem o mesmo valor. Assim, a aplicação da NFT está na ideia de um bem ser ou não fungível.

Nesse sentido, quando falamos em economia, por exemplo, os bens são aqueles que não são únicos e são intercambiáveis. Ou seja, uma nota de R$10 tem o mesmo valor de outra nota de R$10 ou de duas notas de R$5.

Por outro lado, algo não-fungível, como os NTF’s, por exemplo, se referem a coisas únicas.

Mas, afinal, quanto vale um meme? Qual o valor de uma obra de arte? Quanto custa um gol feito em uma final de campeonato?

Por que os NFT’s valem tanto?

Apesar de parecer uma resposta complexa, ela é bem simples. Imagine que você tem uma obra de arte valiosa. Ela é única e é cobiçada por museus e colecionadores do mundo todo.

Nesse contexto, se você tem um quadro famoso e o troca por outro, o resultado da operação não é mais de equivalência como no caso da troca de dinheiro.

Então, obras de arte são bens não-fungíveis. Isso porque, ao trocar um pelo outro, você acaba com um resultado diferente da sua posição inicial. Afinal, a nova pintura nunca será igual à obra pela qual você trocou.

Mas você deve estar se perguntando por que compraria algo que todos possam desfrutar gratuitamente, não é mesmo? O conceito por trás das NFTs está justamente aí: a propriedade é que cria o valor.

Desse modo, com os NFTs, você não apenas tem a propriedade, mas também a blockchain, ou seja, você tem a propriedade que é transparente para todos verem.

Na prática, a sua cópia é a original. E, assumindo que há demanda por ela, pode despertar o interesse de colecionadores de arte.

Assim, o NFT atrelado a um bem digital comum, com bilhões de cópias, serve justamente para criar uma escassez em torno do item.

Afinal, no meio desse bilhão de cópias, apenas um tem esse atestado de originalidade.

E dá pra ganhar dinheiro?

A resposta para essa pergunta é sim. Comprar um NFT pode ser lucrativo.

Assim como alguém compra uma obra de arte e revende por um preço maior após alguns anos, é possível fazer o mesmo com uma obra digital.

Entretendo, é preciso entender um pouco de arte para avaliar quais NFTs possuem mais potencial. E se o artista dessa obra é reconhecido.

Outra maneira é criar o seu próprio NFT a partir de uma obra digital de sua autoria. Pode ser, por exemplo, uma foto, desenho, música ou mesmo uma publicação inspirada em uma rede social.

Leia também Criptomoedas, Bitcoin e Blockchain: todo mundo ouve falar, mas poucos entendem.

Gostou? Então, descubra muito mais com as maiores referências do mercado financeiro e de capitais na pós-graduação em Finanças, Investimentos e Banking do PUCRS Online.

Ou ainda aproveite a certificação em Blockchain, Bitcoin e Criptomoedas.

Caminhe ao lado de quem é referência. Matricule-se agora.

Comentários 0